O Que é Resiliência?

Nas duas últimas décadas, a Psicologia Positiva, um ramo da ciência psicológica, vem enfatizando o estudo das virtudes humanas. As investigações realizadas pela Psicologia Positiva têm demonstrado que uma vida mais saudável e feliz depende de sistemas de adaptação que nos permitam vivenciar plenamente as experiências. Tais sistemas se processam ao longo do desenvolvimento humano e, dentre eles, um é essencial, a Resiliência.

Resiliência significa a habilidade de persistir nos momentos difíceis mantendo a esperança e a saúde mental. Pessoas altamente resilientes, tornam-se mais fortes após situações difíceis. Porquê isso acontece?  Porque elas desenvolvem confiança em si mesmas aprendendo novas formas de lidar com os eventos.

Em geral, a resiliência depende de algumas condições psicológicas internas e externas. No nível interno, são favorecidas as pessoas otimistas, que assumem a responsabilidade pelas próprias escolhas, que prezam a autonomia, que estabelecem vínculos sociais e familiares positivos e que são flexíveis no que diz respeito à mudança de posicionamentos, sentimentos e pensamentos. Ao nível das condições externas estão as relações positivas, àquelas que promovem suporte afetivo/material, acolhimento e cumplicidade.

Um outro aspecto externo fundamental para o desenvolvimento da resiliência é a existência de pessoas que acreditem na nossa capacidade de superação das adversidades e, por isso mesmo, nos incentivem. Da mesma forma, oportunidades para nos envolvermos em atividades significativas – que nos permitam desenvolver a auto-estima e nos sentirmos produtivos e relevantes – contribuem para a resiliência, ou seja, para a superação das adversidades.

Aprender, adaptar-se…isso é ser resiliente. Em última instância, é dispor-se para a mudança.

Leia também o artigo “Resiliência”, clique AQUI

Imagem: Dirk Smith (detalhe), em 1x.com

About these ads

29 comentários sobre “O Que é Resiliência?

  1. Angelita,
    Obrigada pela ajuda!Estava indecisa sobre o sentido da palavra resiliência,suas explicações não me deixaram dúvidas.Estava confundindo com a palavra resistência.
    abraço,
    Maria Aparecida – Psicóloga Clínica.

  2. Olá Professora Angelita, tudo bem.
    Gostaria de saber da senhora, qual a diferença do Treinamento Autógeno e Resiliencia?
    Será que o T.A é a base de desencadear as potencialidades inatas do indivíduo para tornar a pessoa um um ser mais resiliente ao eventos.
    Obrigado:
    Professor Tavares.

  3. Essa qualidade é muito importante,para que não incorramos na síndrme de “Gabriela” do “… eu nasci assim, eu cresci assim … sempre Gabriela temos que ser fuido e intensos assim como a água… que ora se conforma com os recipientes em que é acondicionada… em outros passa por cima de tudo com a sua força descomunal, o dilema que vivemos, é… fazer o que gosta ou gostar do que faz…

  4. Olá Fernando,
    seja bem-vindo! Penso que não há dilema em “fazer o que gosta ou gostar do que faz”…:-) As duas posturas são complementares. Afinal, não acredito que seja possível gostar de fazer alguma coisa de que não gostamos de fazer. Confuso? Não creio! Gostamos de fazer aquilo que nos permite exercer nossas habilidade e competências, que são os mesmos ingredientes que nos permitem fazer bem alguma coisa. Prazer e capacidade andam juntos!

  5. Bom Dia, Professora Angelita!!!Por acaso consultava o google sobre outro assunto e cai no link Resiliencia,e era seu gontei muito de saber o significado da palavra e que vem de encontro ao momento em estou atravessando acredite me senti bastante encorajada e muito resiliente se pode me entender.Obrigada.Parabéns.Professora Nanci

  6. Me considero uma pessoa altamente resiliente,se é que existe um quantitativo para este termo,tenho 45 anos,sou mãe de 6 filhos que criei, pode-se se dizer sozinha,fui domestica,cozinheira de pensão,restaurante,camelõ,cobradora de ônibus,cabeleleira,manicure e por ai vai e hoje tenho 5 netos minha filha caçula está com 19 anos,voltei a estudar,faço trabalhos de customização e estou no primeiro período de Direito.Saber que sou resiliente me deixou bem feliz!

  7. não sabia se existia essa palavra, vi em um e-mail e fiquei curiosa em pesquisar e adorei o significado, pois de algum modo pude perceber que posso melhorar muito….continuarei pesquisando.

  8. eu não sabia que esta palavra essistia e ai pesquisei no googe e adorei o significado desta palavra

  9. Sabia do significado dessa palavra lendo um livro sobre ligas metálicas… Mas a uns 3 dias a psicóloga que cuida de mim na clínica onde faço tratamento quimioterápico, devido a várias avarias em muitos órgãos, ele mencionou o termo e vim aqui no google ver…

  10. Trabalho com pessoas idosas , em atividades sócio educativas. Foi muito importante a leitura do seu texto sobre resilência.
    Você conhece experiências dessa natureza voltadas para essa faixa etária?

  11. MUITO INTERESSANTE A EXPLICAÇÃO SOBRE RESILIÊNCIA,ESSE ASSUNTO É IMPORTANTE PARA DAR ALENTO AOS DEPRESSIVOS,EU MESMA SOU DEPRESSIVA MAS CONSTATEI QUE SOU RESILIÊNTE POIS ALÉM DA DEPRESSÃO SOU PORTADORA DE MIASTENIA GRAVIS GENERALIZADA E MESMO ASSIM NUNCA DESISTI DOS MEUS PROJETOS E APESAR DOS PESARES CONQUISTEI MEU ESPAÇO PROFISSIONAL E SOCIAL ,SINTO-ME UMA VENCEDORA UM ABRAÇO. OBRIGADA.

  12. Já tinha escutado falar sobre este termo, e agora vou trabalhar sobre este assunto com um grupo, agradeço por seu artigo. Oobrigada.

  13. Professora, curso o doutorado em Memória Social na Unirio e pesquiso sobre o crime. A questão é: Poderíamos afirmar que dois irmãos de um total de três, que sofreram o mesmo tipo de pressão e traumas, como abusos na infância, e hoje trabalham e estudam normalmente foram resilientes e, o terceiro que tornou-se delinquente, não foi resiliente?

  14. Angelita boa tarde, tenho uma media empresa e vivo em estado constante de ansiedade e desespero, sempre com sazonalidade nos negócios e bastante dividas que não me deixam dormir e minha empresa tem 27 anos, onde posso fazer um curso ou me aprofundar neste tema resiliência pois achei ótimo, me responda no e-mail por favor e muito obrigado.

  15. Olá Sandra! Seja bem-vinda. Sim, poderíamos dizer que o terceiro irmão não foi resiliente. É claro, contudo, que só isso não explicaria a diferença entre ele e os outros irmãos, mas ajuda a entender.

  16. Olá Luciano! Seja bem-vindo! Sim, qualquer pessoa pode adquirir resiliência. É claro que há os limites de cada um, mas todos podemos nos tornar mais resilientes.

  17. iExcelente esclarecimento! Agora fazendo uma rápida retrospectiva de minha vida acho que sou resiliente, pois a cada momento de estresse e ou depressão que tenho vivido sempre dei a volta por cima e retomo a uma nova vida e não me ligo ao lamentável passado e começo tudo de novo. Acho que a psicologia positiva também tem muito a ver com a minha religiosidade que é de crescimento espiritual.

  18. Estou satisfeito com o conceito de resiliência. Algo que exercito mais não tinha conhecimento. Ouvi essa palavra no 9º congresso brasileiro do algodão em Brasília no início de setembro, que me deixou uma interrogação.

  19. muito bom saber o significado da palavra RESILIêNCIA,ficou bem claro eu agradeço bastante

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s